Feliz 2012

Antes tarde do que mais tarde, não é mesmo.
Deixo aqui para os leitores do blog os dois cartões de Feliz 2012 que fizemos. O primeiro foi idéia do papai Dan Castilho que uniu nossas mãos num desejo super sincero.
O segundo foi idéia minha, aproveitei o Smash the Cake para desejar um ano novo muito doce.
Beijos para todos 🙂

Dan, Angelina, Maria e Ká

Anúncios

Smash the cake

No dia 21 de dezembro fomos a mais uma consulta do pediatra, a de 7 meses… Angelina está ótima com seus 7kg890 muito bem distribuídos em 67cm. O assunto principal foi alimentação. A partir de agora está tudo liberado, como estava próximo do Natal o médico brincou dizendo que poderia dar pernil, tender, peru, tudo que ela aceitasse (tudo com bom senso, nada de temperos fortes nem muita gordura). Só NÃO pode, de jeito nenhum, castanha, amendoim e afins por causa do risco de engasgar. Ela ainda está conhecendo os sabores e aprendendo, bem devagar, comer coisas mais sólidas. Na maioria das vezes prefere a papinha bem molinha mesmo.

Aproveitamos para perguntar se poderia fazer o Smash the Cake, expliquei como era e disse que estava preocupada por causa do doce do bolo. O dr. respondeu de maneira muito simples: “você vai dar doce pra ela todo dia? então… divirtam-se e tragam as fotos que eu quero ver”.

Brincadeira liberada, brincadeira realizada!!!

Aproveito para fazer um merchan… quem quiser fazer essa deliciosa brincadeira com seus pimpolhos pode entrar em contato com o papai da Angelina e da Maria – www.dancastilho.com.br

Choro, colo… e agora?

A cada dia a Angelina fica mais gostosa e esperta. Consequentemente, dorme cada vez menos (mas continua muito boazinha).

Ela não tem 2 meses ainda, é muito mais ativa do que se espera pela idade dela, porém, ainda não consegue interagir com o ambiente. Ou seja, se tá acordada, tá no colo. Na televisão ela se distrai um pouco mas não é toda hora.

Então comecei ter dificuldades por não saber o que fazer. Não quero acostumar no colo, meus braços e costas doem muito. As vezes chego a pensar que meu corpo não me permitiria ter filhos nunca (por causa de problemas na coluna e tendões que sempre tive). Ontem a coisa foi complicadinha porque ela dormiu muito pouco durante o dia, pensei que a noite fosse dormir bastante e que nada, duas horas da madruga ela tava ligadona.  Chamei o Daniel, ele pegou, colocou na nossa cama e ela dormiu na hora. E ainda tenho que ficar quieta com ele me olhando com cara de “eu sou foda” rsrsrs.

Em alguns momentos sei que ela chora de fome. Nessa hora dou uma mamadeira. Tem dias que só o peito é suficiente, mas tem dias que não. Essa dica é importante, muitas crianças choram de fome e os pais não percebem. O leite materno é fundamental mas nem sempre é o bastante. E a Angelina mama na mamadeira e no peito com a mesma vontade, não tem esse negócio de que ela não vai querer o peito.

Enfim, o post de hoje é só pra dizer que não sei o que fazer e imaginar que muitas mães passam por isso faz com que eu me sinta melhor.

Abaixo uma foto feita pelo papai no dia 22/06, ela com pouco mais de 1 mês e meio.

Medos e dificuldades

Tem uma propaganda da Johson que diz “quando nasce um bebê, nasce uma mãe” e é uma grande verdade.

Pouco antes da Angelina nascer vocês viram que eu nem sabia segurar um bebê e até hoje, acho que se for visitar algum recém nascido, não irei pegar no colo. Mas no momento que a enfermeira trouxe o meu bebê de poucas horas, segurei sem medo e nunca tive dificuldades em segurar, cuidar, apertar, virar pra cá e pra lá.

Graças a Deus a Angelina é meu anjo lindo. Muito quietinha, saudável e boazinha. Até agora não tivemos grandes problemas ou dificuldades. Atribuo isso a mais uma benção de Deus na minha vida e aos fatos de eu ter descansado bastante antes do parto e ela ter nascido de tempo certo (quase 40 semanas completas). Porém, existem momentos complicados sim. Quando ela chora e fica agitada sem motivo aparente, são algumas horas de adivinhações e achismos. Vira prá lá, pra cá, põe de bruço, de pé, troca fralda, dá mamá, dá chuquinha, dá chazinho, dá chupeta, dá pro pai, volta pra mãe, liga a tv, desliga, apaga a luz, canta, tira a roupa… e assim vai até que ela dorme e a gente nunca sabe o que resolveu.

Dia desses ela ficou 4 dias sem fazer cocô. Lá vai a mamãe ligar pro pediatra e ele indicou colocar um supositório. Momentos de tensão e lá foi o papai que é mais corajoso nas primeiras vezes (como aconteceu no banho). Ai gente, que dó. Fui forte no teste do pezinho, mas agora foi difícil. A coisa funcionou bem rapidinho e logo estava ela fazendo grandes “obras”, tudo voltou ao normal. Depois, conversando com outras pessoas eu soube que isso é bem comum e esse artifício possivelmente deve ser utilizado mais vezes.

Ainda estou teoricamente no período de dieta e resguardo. Faltam 2 dias para a Angelina completar 40 dias. Acho que fui nesse período bem tranquila e diferente das outras mulheres que conheci. Tinha muito medo da recuperação da cesárea mas não tive problemas com isso, meu problema foi o medo na hora da cirurgia que nem me permitiu viver a emoção de ver minha filha chegando ao mundo. Durante a dieta tomei alguns cuidados como não pegar peso nem fazer grandes esforços, mas de resto, vida normal. É importante cada um conhecer o limite do próprio corpo.

As questões psicológicas são as mais complicadas e é muito importante cuidar de si mesma. Não deixe de visitar o salão de beleza, lembre-se de escovar os dentes, pentear os cabelos e tomar banho (parece brincadeira mas eu estou falando sério). Tenho me sentido mais bonita, porém, menos interessante. Sinto-me sem assunto e insegura. O Daniel tem sido ótimo, companheiro e compreensivo, mas as vezes (muitas vezes) nem eu me aguento.

Escutei de uma amiga uma grande verdade: “Um dia você é você, carrega seu bebê na barriga, faz  o que quer e vai para onde quer. Em 15 minutos seu bebê está nos braços e você não é mais você, é a mãe do bebê”.

E nada disso tem explicação. E tudo isso vale muito a pena 🙂

Boa semana pra todos!!!

anjo lindo

Fraldas, banho, umbigo e pediatra

Olá Amigos… Como podem ver, as atualizações já não são tão constantes… estou no período de descansar enquanto filhinha descansa.
A sensação é única… olho pra ela e vejo que nunca mais serei sozinha, uma emoção constante. Felicidade sem fim 🙂
Agradeço a Deus o tempo todo.
Hoje vou falar rápido desses assuntos que nos assustam durante a gravidez, é grande o medo de não dar conta.
No hospital ganhei um kit onde tava escrito: “quando nasce um bebê, nasce um pai e uma mãe” e é uma grande verdade, não sei de onde sai tanta coragem e tantos conhecimentos nunca vividos. Vamos lá:

Fraldas: a primeira troca foi em equipe, Maria desbotoou o macacão, Daniel ajudou arrumar os itens necessários e eu fui fazendo as coisas, passo-a-passo, como aprendemos no curso. Minha mãe ficou supervisionando. Foi praticamente um espetáculo. Logo em seguida, a rotina da casa recomeça e tudo tem que acontecer. Posso dizer que é igual andar de carro, logo depois de algumas aulas fazemos tudo automaticamente. Logo na primeira noite foram duas trocas de fralda e eu sozinha. Dia da consulta do pediatra ela fez sujeira quando estava quase na hora dela entrar, tive que trocar rapidinho. Então, estou craque já.

Banho: essa parte fiquei com mais medo. O primeiro foi o Daniel (com a ajuda da Maria) eu fiquei do lado ditando as técnicas do curso. Nessa hora minha mãe nem estava aqui. Do segundo banho em diante ficou por minha conta mesmo. Hoje já preparo banho, roupa e tudo que é necessário sozinha, as vezes nem tem ninguem em casa. E o melhor: ela nem chora :)… estou craque nisso também.

A Maria ajuda muito na hora do banho e da troca de fraldas, ela cuida da organização das coisas, arruma as fraldas na caixinha, o algodão, tira a água da banheira quando acaba e fica conversando com a irmãzinha enquanto faço as coisas que a incomodam. Nos dias que ela não está em casa sinto muita falta. Sinceramente, nessas horas ela ajuda mais que o papai. Acho que a mulher já nasce com certos instintos.

Umbigo: assunto muito temido, ouvi tantas histórias de “foi uma tia que curou o umbigo”, “eu tinha uma enfermeira que vinha em casa até cair o umbigo” e por ai vai. Não é difícil mas nesse aspecto acho que me atrapalhei um pouco. Na verdade eu nunca tinha visto e entendi errado nas explicações. A limpeza tem que ser feita até dentro do umbiguinho, lá no comecinho do cordão. Eu estava limpando e secando por fora mas não tão profundamente quanto deve ser. Por isso está demorando um pouquinho pra cair. Ela já tem 12 dias e o umbiguinho tá ali ainda. O pediatra disse que é de 5 a 20 dias, estamos no prazo ainda, mas confesso que fiquei um pouco triste quando soube que não estava fazendo totalmente certo.

Pediatra: a escolha é delicada. Conversei com muitas mamães, tinha a pediatra que a Maria ia mas o Daniel não gostou muito. A Érika indicou o dr. Marco Volponi e ficamos muito satisfeitos. Ele é um amor. Essa escolha deve ser feita com calma e é importante que o médico tenha o jeito de vocês. A primeira consulta foi uma semana após o nascimento, a próxima é daqui um mês. Foi um dia muito feliz. Ele conversou bastante, examinou a Angelina e nos deu muitos parabéns. Ela engordou 180gramas em uma semana, estava muito calma e saudável. Ganhamos muitos parabéns do “tio”. Minha mãe então, saiu de lá rindo de orelha a orelha, cheia de orgulho. Foi muito legal. Fora a parte do umbigo que ele explicou como era, tudo estava na mais perfeita ordem. E ele ainda disse que era só eu continuar calma assim que iria querer ter mais uma meia dúzia. hahaha… mal sabe ele a calma da pessoa.

E agora vamos ver algumas fotos né…Angelina já está com dobrinha e bochechas, muda todo dia e cada dia mais linda… nosso anjo lindo Angelinda 🙂

primeira foto em família

fotos: www.dancastilho.com.br

Olha meu look no niver da mamãe

fotos: www.dancastilho.com.br

vontade de morder

Já chega Papai

O primeiro banho e outros looks

outra tarefa em equipe - o primeiro banho

Angelina Rocha Castilho

a primeira foto oficial, ainda no berçário

look de sábado - confort...

look domingo - básico

look segundona - me dá um tempo

O que levar para a maternidade

Olá para todos!!!!
Estamos aqui, só esperando… estamos na 39ª semana. O dia 6 de maio (data prevista para o parto) está chegando e até agora Angelina está quieta. Faz 4 dias que parei de tomar o remédio para inibir contrações, continuo tendo as chamadas “contrações fisiológicas” mas a mocinha ainda está bem alta e bem ativa. Mexe e remexe o dia todo. A próxima consulta é dia 4, vamos esperar.
Já está tudo pronto e um dos itens que deixam as mamães indecisas é a malinha da maternidade. Na Beneficência Portuguesa eles entregam uma listinha com os itens necesários para o bebê na qual tive algumas dúvidas e pedi socorro pra Érika (mãe da Luiza) – é muito bom ter uma amiga assim, um pouco adiantada!!!!
A minha malinha fiz buscando informações na net. Vou deixar aqui o que arrumei, espero que esteja certo e que a dica seja boa pra quem ainda vai passar por esse momento.

Mala da Angelina
:
4 trocas – cada uma tem uma roupinha de baixo (body/calça ou pagão), um macacão, meias, luvas, enfeite pra cabeça – (eles pediram 3, ms coloquei uma reserva)
3 cueiros
2 mantas – uma pesada e uma leve
3 fraldas grandes e fraldinhas de boca
1 pacote de fralda descartável RN
1 sabonete neutro (optei por Granado)

Cada troca coloquei em saquinhos separados com uma etiqueta de identificação (1a. troca, 2a. troca, roupa de saída, reserva)

Mala da Mamãe: (segui a conta das 3 trocas que pediram pra neném)
2 pijamas e 1 camisola com botão na frente, para facilitar a amamentação
3 soutiens e 5 calcinhas
absorvente noturno com abas
absorvente de seios
kit higiene – shampoo, condicionador, sabonete, pasta, escova, cotonete, desodorante, etc
maquiagem básica – blush, sombra, batom, rímel
óleo Mamie Bella do Boticário (já falei aqui) – tem um hidratante pós-parto mas optei continuar com o óleo pq passo no banho, antes de secar o corpo, acho mais prático
sandálias (optei por havaianas mesmo)
uma troca para a saída – calça, bata, lenço combinando com a cor do macacão da Angelina e sapatilha
documento pessoal (RG) e o papel de autorização para o pai entrar na sala de parto. A carteirinha do pré-natal e do convênio estão na minha bolsa que precisa levar também.

Além das duas malinhas levarei também um enfeite de porta e uma caixinha com 30 lembrancinhas. Não tenho idéia da quantidade de pessoas que visitam na maternidade, e também temos que pensar na equipe do hospital né. Espero que seja o suficiente.

Beijos pra todos e boa semana!!!

39 semanas - foto: DanCastilho

A propósito, a foto acima papai Daniel tirou enquanto eu descansava logo depois que ele chegou de São Paulo. Ele passou uma semana mergulhado em aperfeiçoamento e busca de novidades no mundo da fotografia. O Congresso Wedding Brasil é o maior da América Latina em fotografia de casamento. Um dos palestrantes foi o Evandro (meu irmão lindo e tio/padrinho da Angelina) que já é referência na área. O papai Daniel tá cada dia melhor e a gente fica aqui, apoiando, corujando e babando.

visitem: www.dancastilho.com.br e www.evandrorocha.com.br

E o tempo parou…

Faz mais ou menos 240 dias que soubemos da gravidez… parece que foi ontem, todos esses dias passaram muito rápido e já está chegando a hora da Angelina chegar.

Planejei fazer tanta coisa pra esperá-la. E tanta coisa queria ter feito no trabalho e acabei deixando projetos sem finalizar, era tudo que eu não queria.

E bem agora, no final, tive que ficar de repouso por causa do susto da semana passada. Acredito que isso foi para que eu pudesse mesmo parar e descansar, assim quando a princesa tiver com a gente, estarei mais disposta pra todas as tarefas e novidades que vêm por aí. Tudo é providência Divina com certeza.

O Daniel precisou viajar essa semana, um congresso super importante pra ele e teve todo nosso apoio. Como estou “de alerta”, optamos por eu não ficar sozinha em casa. Então hoje cedo Dory, eu e nossas malinhas viemos pra casa de mamãe. Serão 4 dias aqui, cheia de dengo pq mãe é mãe né. Pai também está à disposição e eu fico fazendo nada. Até meus pés estão magrinhos.

E só passou um dia e já estou tão cansada. Parece que faz mais de 240 dias que estou aqui, no sofá e ainda terei de ficar mais até quinta-feira. Não sinto medo do parto, não estou ansiosa pelo nascimento porque acredito que o melhor dia pra ela chegar já está definido, não tenho dores exageradas, nem nada… só quero minha casinha, meu cantinho e meu neguinho.

Apesar de muito feliz pela oportunidade que ele está tendo essa semana, meu coração está assim, como São Paulo na foto que ele mandou agora, bem gelado…

Notícias

Hoje tivemos consulta com a dra. Valéria e ressalto a importância da confiança no obstetra. Quem estiver passando por essa fase, avalie bem essa relação e não tenha medo de trocar de médico se for necessário e continue com o seu se sentir que é bom pra vc, independente da opnião de outras pessoas.

Semana passada fui atendida por uma médica da equipe dela por causa de um congresso. Tão competente e atenciosa quanto ela. Porém, a relação médico-paciente é bem diferente.

Enfim, hoje tivemos consulta. Estamos com mais de 37 semanas, Angelina já não será considerada pré-matura se nascer agora, podemos ficar tranquilos. Porém, ainda é muito cedo para induzir o parto ou marcar a cesarea. Decidimos por continuar tomando o remédio pra inibir as contrações mais uma semana e eu continuar quietinha.

A Angelina está com quase 3kilos e na próxima quarta-feira vamos ver o que fazer. Tudo decidido entre nós e a médica, com todas as orientações necessária.

O Daniel, papai ansioso e apressado, queria marcar logo e ela foi bem firme, achei isso super importante. Ainda valorizo muito a “hora que a criança escolher”, independente do tipo de parto.

Outra coisa é que hoje tivemos aula de banho no Beabá Bebe e sou, nesse momento, uma pessoa desesperada. A criança que foi fazer o banho ao vivo era taaaaaao pitica, meu Deus!!! Tem hora que dá muito medo.

É isso galerinha. Super beijo e ótimo feriadão pra todos 🙂 Feliz páscoa e muita luz, paz e as bençãos do Papai do Céu!!!!

O quarto das princesas

Hoje é dia de compartilhar as fotos do quarto e do barrigão de 35 semanas que cresce a cada dia.

A Maria Eduarda escolheu as cores da decoração e fui até a dona Geny. Conversamos bastante e baseadas em modelos prontos, fomos montando de acordo com o jeito que eu imaginava. Ficou perfeito. O trabalho dela é muito bem feito e cheio de capricho – http://genysbaby.blogspot.com/

As paredes foram pintadas pelo vovô Zezinho e pelo papai Daniel, todas brancas e uma lilás. Os nichos brancos comprei pelo site Americanas.com, foi o lugar mais barato.

Os detalhes como boneca, travesseiro, almofada de amamentar foram presentes lindos do chá de bebê da tia Tóia, Mariana e Maria Raquel. O kit de higiene mais o fraldário comprei as caixinhas e a Luiza pintou e minha mãe colocou as fitas (conseguimos uma grande economia). O carrinho foi da Giulia Falchetti e ela emprestou pra Angelina agora, ela usou só quando bebezinho. É uma boa dica, esses itens são caros e usa-se pouco, dá pra trocar, emprestar, comprar no brechó, etc. Converse sempre com amigas experientes. Tá quase tudo em ordem já.

Ah, e da JuMerengue ganhamos um sling charmosíssimo da Santo Sako (http://www.santosako.com.br/), ou seja, já tem carrinho e sling, já pode passear no shopping 🙂

Chega de blá-blá-blá, lá vão as fotos!!!

a cômoda já está toda arrumada, por fora e por dentro

 

a cama da Maria, o quadro que ela pintou com a ajuda da Melody e o amigo Tchutchucão que ganhou da tia Tóia

 

o berço da Angelina e o jogo de malas que ganhamos da vovó Zete

 

o carrinho, a parede lilás, os nichos, brinquedos... e o sling (o nosso é azul marinho pro papai usar tb). Vamos passear?

 

35 semanas

Entradas Mais Antigas Anteriores