Cadeirinha para o carro

Olá!

Hoje chegou a cadeirinha nova da Angelina. Ela está se achando porque agora vai olhando pra frente.

Quando ela nasceu, compramos o bebê conforto normal. Achei um tanto “bebê desconforto” em muitas situações. Essa cadeirinha nova é bem legal. E é indicada de 0 a 25kg. Ou seja, poderia ter sido essa mesma desde que ela nasceu.

Custa um pouco mais caro, mas compensaria porque não teria essa troca.

Enfim, seguem os modelos para conhecerem, ambos da Burigotto.

Bebê conforto com a base- R$199,00. A vantagem é que dá pra carregar o bebê.

0 a 25kg - R$449,00. Dá pra instalar no carro tanto pra traz quanto pra frente. A vantagem é que não precisa trocar quando o bebê faz 1 ano.

Anúncios

Como organizar o chá de bebê

Por esses dias muitas grávidas conhecidas perguntaram sobre o chá de bebê e as dúvidas são muitas. O que pedir, como fazer, por onde começar. Como o blog é para ajudar as futuras mamães vou falar um pouquinho sobre o assunto.

1º – a data: opte por fazer no 7º mês que ainda tem disposição, tanto para a organização, quanto para lavar e arrumar os presentes. Quanto ao horário sugiro final de tarde.

2º – quem convidar: mulheres e crianças.

3º – como fazer a lista: temos duas opções. Uma é enviar o convite com o presente especificado. A outra é fazer a lista em uma loja especializada.
Particularmente, acho complicado especificar o presente. Cada item é muito pessoal e com preços que vão de R$1,00 a R$100,00. Qual o critério para pedir um presente mais caro para uma pessoa e um mais barato para outra? E a cor?
Se na sua cidade não tem lojas especializadas sugiro que faça uma tabela e, na hora de entregar o convite, peça para a pessoa marcar na lista qual presente ela quer comprar. (Aqui no meu trabalho fazemos assim e funciona bem).  Na dúvida se a pessoa não irá gostar de escolher o presente, peça fraldas descartáveis que nunca é demais.
Na loja é legal porque a mamãe vai até lá e escolhe todos os itens. A convidada tem opções de preços, sabe que a mamãe vai gostar e, depois, você ainda pode trocar se ganhar algo repetido.

4º  o que servir: salgadinhos, mini cachorro-quente, torradinhas com patê, bolo caseiro, pão de queijo, sorvete, refrigerante, sucos e água.

lembrancinhas: pirulitos mini-chupetas, docinhos, fotos da barriga da mamãe ou guloseimas de épocas (mini panetone, mini ovo de páscoa)

brincadeiras: as tradicionais brincadeiras de adivinhações estão bem fora de moda e causa tédio geral na mulherada. No chá da Angelina um mágico cuidou da animação. Se você não quiser gastar com isso, sugiro apenas abrir os presentes e colocar em uma mesa bem bonita de maneira que os presentes fiquem expostos. Deixe umas etiquetas ao lado para cada pessoa colocar o nome no presente que deu.
“Recados para o bebê” também é legal. Use cartões em branco ou um livro onde cada convidada vai deixar um bilhetinho para o bebê que está chegando.

decoração: bolo de fraldas, fotos do papai, mamãe e irmãos quando bebês, bexigas, varal para pendurar as roupinhas, aquelas roupinhas que a sua mãe ou sogra guardou de quando os papais eram bebês, sapatinhos. É possível fazer tudo dentro de um tema, como em festa de aniversário, só que em menor proporção (jardim, piquinique, flores).

Clique aqui e veja:

Chá da Angelina na casa da vovó Zete
Chá da Angelina e da Luíza com as amigas do trabalho das mamães

Abaixo algumas fotos que podem ajudar bastante.

sugestão de lista

Mesa de bolo e doces

Bolo-lembrancinha, para chá de bebê ou maternidade

Convite menino

Convite menina

Os convites podem ser colocados junto com um saquinho de chá e fechados com lacinhos. Fica um charme.

Preparando o quarto do bebê – Revista Crescer

Vejam essas dicas da Revista Crescer para preparar o quarto do bebê.
Como eu já disse, não comprei a cadeira de amamentação e não fez falta porque a almofada auxilia muito. Eu gostava de amamentar na minha cama.
Outra coisa, sobre cortinas, em casa optei por uma persiana bem simples que não acumula poeira e é fácil de limpar.
Como vocês podem ver, não tem protetores de berço nem muitas almofadas. Recomendo.

Clique aqui e veja a matéria completa.

Será que vale a pena?

Essa é uma pergunta muito feita pelas mamães, papais e familiares dos bebês na hora de comprar tantas coisas que o mercado oferece. Vou falar de itens que compramos ou ganhamos no quesito “utilidade”. Algumas coisas são muito úteis mas por pouco tempo, outras nem tanto, outras indispensáveis. Espero ajudar as mamães que estão nos preparativos.

O quarto:
Berço e cômoda: gastei R$899,00 e valeu a pena porque o berço é grande, padrão americano, atende todas as normas de segurança e ela ama ficar lá. Já ajustamos a altura para ela poder dormir e brincar tranquila. A cômoda é muito boa para guardar as coisinhas dela (cabe tudo) e, também, como trocador. Até hoje a troco lá e ela fica bem acomodada.
Decoração : uma dificuldade foi que a Maria já tinha uma cama box, que é maior que a bicama geralmente usada em quartos de bebês, então eu não encontrei um jogo de cama combinando com o kit de berço e mandei fazer tudo sob medida. Ficou maravilhoso mas custou caro – R$1100,00 os dois jogos.
Vendo a matéria do Fantástico chegamos à conclusão que nada disso é realmente necessário. Ainda acho que os protetores de berço ajudam muito. Porém, se a mamãe optar por fazer ou comprar, pense em um cor muito suave. A Angelina dorme muito rápido olhando para o kit e mexendo nas linhas bordadas. Cores fortes despertam e deixam a criança agitada. Alguns têm bichinhos pregados e a criança pode ficar tentando pegar e esquecer de dormir.
Não vale a pena comprar almofadas, existem umas lindas que ganhamos de presente e ajudam compor a decoração.
Hoje eu compraria um bonito jogo de lençol com um edredon para a Maria, o cobre leito é muito grande e trabalhoso. O cobre leito para o berço é totalmente desnecessário, a criança dorme muito durante o dia então o berço deve estar sempre pronto para o soninho.
Mosquiteiro – coloquei e deixei por menos de 1 mês. Acho que o pó que ele junta faz mais mal que algumas picadinhas.

Carrinho – vale a pena comprar um bom carrinho no início porque o bebê dorme durante um mês ali. Depois disso, se o carrinho for leve, vai ser muito utilizado e não precisará de outro. Nós emprestamos um carrinho-berço que foi usado só dentro de casa e, quando ela estava com 5 meses ganhou dos avós um carrinho de passeio. Esse ela usa muuuito. Aconselho o da Galzerano porque ele tem opção de deitar na hora que o bebê dorme. O da Angelina é um Burigoto muito bom, porém não deita e quando ela dorme temos que apoiar o carrinho para deixá-la menos sentada.

Cercadinho – comprei um Galzerano borboletas que serve de berço de viagem também, custou R$249. A parte do berço não é segura e já deixamos de lado. O cercadinho só uso quando vamos na chácara. Dentro de casa prefiro deixá-la no chão.

Andador – até hoje foi o melhor investimento. Ela fica praticamente o dia todo andando pelo apartamento, faz descobertas o tempo todo e consigo fazer muita coisa sem perder o controle dela. Uso também para dar papinha e frutas. Compramos o Galzerano borboletas e custou R$129.

Cadeira de papa – não compramos e não está fazendo falta.

Almofada de amamentação – ganhei no chá de bebê e foi muito útil quando eu amamentava, não exige muito esforço da coluna nem dos braços da mamãe e o bebê fica bem relaxado. Hoje ela ajuda na segurança e apoio quando a Angelina está sentada no berço.

Rolinhos – aqueles dois que colocamos o bebezinho no meio. Muito útil durante os três primeiros meses para manter o bebê de lado, eu acho mais seguro (embora os médicos recomendem colocar para dormir de barriga pra cima). Depois disso eles começam se mexer mais e escolhem qual posição dormir.

Banheira e balde – a banheira da Angelina tem o suporte e é indispensável. Dou o banho nela no alto e não sofro com dor nas costas. Existem algumas que já vem com o trocador, imagino que seja muito bom. No nosso caso o trocador não fez falta porque o apartamento é quentinho quando fechamos as janelas e ela não fica exposta a vento nenhum no caminho entre o banheiro e a comoda no quarto (que é do lado).
O balde foi muito utilizado em casa. Praticamente todos os banhos desde que ela completou 1 mês até 5 meses foram no balde. Agora ela não cabe mais sentada mas ainda uso quando vou dar banhos fora de casa por ser mais prático de levar no carro (é menor que a banheira) e dou o banho em pé mesmo.
Ela tem também uma banheira na casa da minha mãe já que fica muito lá.

Bebê-conforto – é obrigatório, não tem jeito. Compramos um Burigoto com suporte para colocar no carro. É bom, mas pequeno e não dá opção de virar o bebê de frente. Recomendam para até 13kg mas já está ficando pequeno. Sugiro o Galzerano que tem essa opção de virar para frente e colocar mais sentadinho. Os preços baixaram muito e vale a pena pesquisar.

 

É isso, espero ter ajudado. E vocês? O que acham? Compartilhem suas experiências.

 

Segurança no berço

Hoje no Fantástico passou uma matéria bacana sobre segurança no berço. O berço da Angelina, como viram por aqui, tem todos os apetrechos… protetor de berço, almofadas, etc. Tirei o mosquiteiro, achei que a poeira que acumula fazia mais mal do que alguma eventual picada. Os protetores eu gosto, tenho medo dela se enroscar entre as grades. Almofadas ela tem muitas, mas acabam ficando do lado de fora. Bichos de pelúcia as vezes deixo algum pequeno pra ela por a mão… e ficam muitos mordedores porque ela brinca sentada enquanto arrumo o quarto ou o banho.
Gastei uma boa grana no kit do berço mais o conjunto completo para fazer a cama da Maria Eduarda igual e esse é um detalhe que eu não investiria tanto, ficou lindíssimo, mas não é fundamental. E agora, vendo essa matéria, não é nem recomendado.
Beijos para todos e boa semana 🙂

Clique aqui e veja a matéria do Fantástico.

Roupinha de dormir

Essa semana visitei o brechó Turmaluka na av. Danilo Galeazzi. Como eu já havia comentado antes, a Angelina tem poucas roupas confortáveis para dormir. Agora com esse frio então, a coisa complica porque ela amanhece sem calça e sem meias. Ela vai batendo as pernas até tirar tudo.

Macacãozinho com pé ela não dorme, fica gritando até soltar os pés dela. Então comprei no brechó dois macacões sem pé e esse outro macacão sem pernas, parece um quadrado, coloco ela dentro e dorme bem folgada. Ela amanheceu sem as meias do mesmo jeito, mas já melhorou. Ah, ele funciona bem com ela deitada, na hora que pego no colo o monte de pano embola tudo e ela resmunga tudo de novo.

Deixo aqui a foto e o nosso boa noite!!!

Babá eletrônica

Bom dia!!!! Boa segunda gelaaaada 🙂

O marido viajou, vai ficar 17 dias fora e estamos sozinhas em casa, uma pela outra!!! Antes de viajar ele nos deixou um presente para que a mamãe possa fazer as coisas com tranquilidade (inclusive tomar banho rsrs) – uma babá eletrônica muito legal.

Quem quiser, ele comprou pelo mercado livre e foi entregue rapidinho  – http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-185177317-baba-eletrnica-com-audio-viso-noturna-15-lcd-pronta-entre-_JM

Ela tem video e dá pra instalar na tv, vejam as fotos abaixo.

Fico muito tranquila, só não deu certo o som porque dá interferência por causa do telefone e do roteador, mas como o apartamento é pequeno, posso ouvir o som fora da babá mesmo. A imagem é bem legal, praticamente um Big Brother.

É a dica do dia 🙂

Beijos e boa semana!!! Agasalhem-se todos!!!

Dica de fraldas e mais fotos

Olá Pessoal!!! Estou de volta 🙂

Ficamos um tempo sem computador em casa, por isso o sumiço. Imaginem que a Rafa pensou até mal da Angelina, que ela estava dando trabalho por isso o sumiço no blog, rsrs… tadinha, é um doce e fica com má fama.

Estamos todos bem, graças a Deus. A Angelina mama, dorme e começou fazer umas gracinhas. Graças a Deus não tem cólicas, a dica é da minha mãe, dou gotinhas antes da coliquinha apertar.

A dica de hoje é sobre as fraldas. Perdemos muitas fraldas tamanho RN. A pampers é maior (vai até 4,5kg) e as outras vão até 3,5kg. Portanto, se você tiver de várias marcas deixe para usar a pampers depois, que vai aproveitar por mais tempo. A Angelina cresce e engorda a cada dia, acontece tudo muito rápido. Ela não teve alergia a nenhuma marca, mas para saber se seu filho tem algum problema, observe na barriga e na perninha, onde aperta o elástico.

Abaixo algumas fotos novas, do celular do marido que não dá sossego pra ela.

Acabada depois de muita balada no niver da Júlia. O look delicate by Mirely

 

Estreando o Sling (by JuMerengue) com direito a almoço no Praça Shopping e bater perna no calçadão

 

Boina by tia Kelly, AllStar cano alto, saia e cinto by tio Evandro (made in Barcelona) e body pink básico by Gi. Look Descolado, afinal, já tenho 1 mês e sou uma moça

Amamentação

Olá!
São 3horas da madrugada, Angelina mamou, trocou, mamou de novo e dormiu. E a mamãe perdeu o sono e veio aqui falar um pouquinho sobre amamentação.
Como eu já contei lá no começo de tudo, o primeiro sintoma da gravidez foi o aumento dos seios e esse é um detalhe importante pois indica que o peito está se preparando.
Ouvi mil histórias sobre as dificuldades para amamentar, para descer o leite ou para a criança pegar o bico e fui me preparando para encarar esses desafios também.
Porém, Angelina é mesmo um anjo. Meu peito estava pronto, o bico ficou muito escuro e pontudo. Os seios imensos.
Quando a enfermeira trouxe a pequena para o quarto, logo depois de eu ter voltado da sala de recuperação da cirurgia, ela (a enfermeira) foi me entregando a Angelina e explicando como deveria colocá-la no bico. A moça nem tinha completado a frase e a fominha já tinha abocanhado o peito e tava sugando direitinho. Foi a coisa mais linda… a moça ficou espantada, disse que não é comum. Quando contei isso para o pediatra ele ficou todo admirado também, disse que essa é a melhor maneira de se pegar, que eu tive muita sorte e deu muitos parabéns pra ela.
Não tinha leite, só o colostro que é muito importante no início da vida. Nas duas madrugadas no hospital pedimos para as enfermeiras darem um pouquinho do complemento. Na sexta, quando chegamos em casa ela tava chorando bastante e tomou um pouquinho de Nan 1 pró, mas ela não faz muita questão, toma pouco e com má vontade. No sábado meu leite desceu… e como desceu, graça a Deus.
Desde então ela só precisou do complemento uma noite que ela sugava e chorava, acho que não tinha muito aquela hora. De resto, só leite materno.
Ela engordou 180gramas em 1 semana e dorme o tempo todo, está super saudável.
Ah, outro detalhe é que o horário das mamadas é a hora que ela pede. A noite eu estava acordando-a e o pediatra disse que não precisa, só se o peito tiver muito cheio e doer. Se não for por esse motivo pode deixá-la dormir a noite toda.

Alimentação:
Por orientações médicas evito café, chocolate, chá preto, brócolis, couve e repolho pois isso tudo pode provocar as cólicas. Muita canjica que a tia Tóia fez pra mim. Leite, yogurte, sorvete. De resto tudo igual estava na gravidez, como o dia todo, um pouquinho por vez. Acho que tenho mais fome agora que quando estava grávida.
Minha mãe e meu pai lindos estão cuidando muito de mim e na geladeira tem sempre coisas gostosas. Só me resta comer 🙂

Sobre o momento de amamentar:
Ganhei da Mari Borges uma almofada de amamentação e já deixo a dica – é ótimo!!! Quando for presentear alguma grávida, compre sem medo de errar. E, grávidas, tenham esse item como prioridade na sua lista. Nem precisa de poltrona, encosto numa almofada em triangulo na minha cama e é o melhor momento, ela fica confortável e eu também.
O bico dói um pouco, isso não tem jeito. Uso uma pomadinha de lanolina, seco com secador e tenho paciência, não tem muito o que fazer.
Teve um dia que senti mal e muitas dores no corpo todo, mas isso aconteceu porque amamentei na sala duas vezes no mesmo dia, recebi visitas, o Daniel não tava em casa e achei chato ir pro quarto.
Hoje a dona Conceição, a anja que cuida da minha casa uma vez por semana, ensinou uma coisa muito importante – a hora da amentação é sagrada, não se atende telefone e nem tem que conversando. Sábia d.Con, ela está muito certa. E tenho certeza que qualquer visita entende se eu pedir licença e ir ficar quietinha, não tem nada demais nisso, foi bobagem minha mesmo.
Quando estamos nesse momento converso muito com a Angelina, ela segura meu dedo e a gente reza. É o momento que posso abençoá-la e agradecer ainda mais por esse presente de Deus.

Quanto às futuras mamães a dica é que se preparem para amamentar… sol no bico do peito, massagens para modelar o bico (eu usava toalha depois do banho, dói um pouco), bucha vegetal. Cursos, enfermeiros e médicos falam que não precisa, mas eu fiz. Muita coisa a gente deve seguir o instinto. Preparem-se também para não-amamentar. Existem, de fato, muitas dificuldades e as vezes não tem jeito mesmo. É preciso paciência tanto se der tudo certo quanto se não der.

O banco de leite tem enfermeiros à disposição que podem orientá-las em todas as situações.

Beijinhos… vou tentar nanar agora antes da próxima mamada.

p.s. – o pediatra da Angelina é o dr. Marco Volponi, foi indicação da amiguinha Luiza. Ele é um fofo, depois vamos falar da primeira consulta.

Sobre as malinhas e sobre ansiedade

Sobre os pijamas e camisolas que vou levar para a maternidade, escolhi tudo de algodão, bem confortável e colorido. O melhor lugar para comprar achei na loja July-ene (acho que é assim que escreve), lá no calçadão. Soutien para amamentação e calcinha pós-parto lá também tem e é mais barato.
Hoje acrescentei uma manta de lã, mais pesada, tá esfriando e é melhor estar preparada né.
Segue uma foto de tudo prontinho. Não vou mostrar o que tem dentro porque da minha parte é tudo muito íntimo e da parte da Angelina quero mostrar com ela usando 🙂

Sobre a ansiedade de final de gravidez que tanto me falaram e me perguntam. Vou confessar – não sei o que é isso.
É tão estranho porque estou muito bem, o começo foi bem mais difícil com relação a incomodos. Agora to super disposta e dormindo muuuuito. Acho que meu corpo tá se preparando mesmo para o batidão. Não sinto peso nem dores. E nem inchada to mais, nem um pouquinho. Só sei que to grávida por causa da barriga e, graças a Deus, a Angelina mexe o tempo todo, então sei que tá tudo bem com ela. O meu único medo é não saber se tá na hora de ir para o hospital, interpretar os tais sinais acho que é complicado. Fico torcendo para virem os sinais mais “desenhados” como rompimento da bolsa ou aquele “borrão” escuro na calcinha. Essa coisa de contrações ritmadas e iguais não consegui entender ainda, mesmo porque tenho contrações todo dia, muitas vezes por dia e olho no relógio pra ver em quanto tempo vai se repetir.
Acho que não estou com tanta pressa porque tudo passa tão rápido. Outro dia mesmo era só um feijãozinho, agora é um barrigão…
Conheci a Maria Eduarda com 3 anos, agora ela tem 6 e tá cada dia mais moça.
Seguem algumas fotos sobre isso tudo.

8 semanas de gravidez

e em muito pouco tempo chegamos a 39 semanas com muita disposição

a princesa linda e moça 🙂

Entradas Mais Antigas Anteriores