Bom Jesus dos Castores

A história de Senhor Bom Jesus dos Castores começou por volta de 1900, quando o dono da fazenda onde fica o santuário, Tomé Correia de Paiva, teve visões da imagem do Senhor Bom Jesus envolta por luz.

Na mesma época, uma imagem de madeira do Senhor Bom Jesus foi encontrada no córrego Castores.  Com isso, Tomé entendeu que era um sinal de Deus e a população começou a fazer novenas e construir uma pequena capela. Em 1909, começou oficialmente a peregrinação até Bom Jesus dos Castores. Depois de 93 anos recebendo romeiros, a capela foi elevada a santuário e recebe atualmente a visita de 40 mil fiéis todo dia 6 de agosto.”
Fonte: http://www.redebomdia.com.br

Todo ano escutava as pessoas falando que foram fazer a caminhada para Castores e sempre tive grande vontade e curiosidade para participar. O fato é que sempre eu ficava sabendo depois da data. Em 2010 a Milene trabalhava comigo e comentou que iria fazer a caminhada. Pronto, fiquei sabendo a tempo de me programar. Lá fomos.
Acordei as 3h da madrugada e fui até Talhados de onde era a saída programada. Saímos as 4h e caminhamos por quase 3horas por estradas de terra até chegar em Castores. Um caminho diferente do tradicional realizado pela BR153, porém com a mesma fé e disposição.
No meio da manhã chegamos no trabalho e foi um dia bem longo, cansativo e com paz no coração.
Alguns dias depois da caminhada tive um sonho muito real, talvez tenha sido uma visão ou um desejo, não consigo definir. Nos meus sonhos pude ver claramente a porta da Igrejinha onde eu tinha chegado após a caminhada. E ali, na escada, estava o meu marido e a minha mãe que segurava uma bebezinha no colo.
Nessa época eu estava esperando para iniciar um tratamento com indutor de ovulação já que estávamos tentando e nada. Clique aqui para relembrar essa parte da história.

E por volta de três semanas depois dessa caminhada eu descobri que estava grávida. Mais um tempo depois: uma menininha.

Angelina nasceu em maio do ano seguinte e, claro, eu deveria fazer novamente a caminhada em agradecimento. Dessa vez fui com a Ivanna pelo caminho da BR153, um pouco mais longo que o do ano anterior. Senti muito mais cansaço e, quando estávamos chegando lá, me dei conta que eu tinha feito uma cesárea 3 meses antes e não perguntei para a médica se eu poderia fazer esse esforço todo. Mas consegui, cheguei lá e agradeci muito. Era meia noite quando cheguei. Por estar muito frio o Dan foi sozinho me buscar.

Em 2012 levei a Angelina de carro e, agora em 2013, fomos novamente. Não consegui me organizar para fazer a caminhada porém, ao chegar de carro no final da tarde vimos que estava começando a procissão. Angelina ficou encantada e quando viu as pessoas andando e cantando já puxou a minha mãe para o meio “vamos vovózinha”. E ela caminhou por 2km sem reclamar, sem pedir colo e tentando cantar junto com o povo que lá estava.

Isso tudo só me mostra que a cada ano tenho mais e mais motivos para agradecer. Angelina é muito abençoada, um presente do Bom Jesus para todos nós.🙂

ImagemImagemImagemImagemImagemImagem

Imagem

Imagem

1 comentário (+adicionar seu?)

  1. Ivanna
    ago 12, 2013 @ 20:57:33

    Estou com os olhinhos cheinhos aqui….😉
    Fico feliz em ter participado dessa história… sou super devota ao Bom Jesus dos Castores e ano que vem nós vamos de novo!! xDD

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: