Fazendo tudo errado

Faz tempo que quero escrever sobre coisas “certas” e “erradas” na hora de cuidar e educar o bebê.

“Não acostume seu bebê no colo”.

Quando a Angelina nasceu eu não pegava muito no colo. Só na hora de mamar, trocar e dar banho. Explico: acredito que o bebê precise de tempo pra entender que está num mundo externo. Ela dormia muito, então eu preferia deixá-la quietinha no carrinho. Isso foi mudando ao longo do tempo. Agora, a coisa que eu mais gosto é fazê-la dormir no colo (embora ela esteja cada vez mais pesada).
Ela aprendeu engantinhar, está descobrindo o mundo e, obviamente, prefere essa descoberta do que meu colo. Quanto maior ela ficar, mais vai querer distância da mãe.
Portanto: aproveito muito o tempo que posso ficar com ela, seja pra fazer dormir ou pra dar a mamadeira. Logo isso vai passar.

“Não faça as refeições na frente da televisão”

Nossa rotina é um tanto atribulada. Muito poucas vezes fazemos refeições em casa. Ou a Angelina come na escolinha, ou na casa da vovó. Por esse motivo não comprei a cadeira de papinha. Quando comemos em casa acabo colocando-a no chão, de frente pra tv. É mais fácil porque enquanto ela se distrai eu coloco a comida na boca dela. Mas isso só vale porque a Angelina come pouco. Criança com tendência a ser gulosa não pode porque come mais sem perceber e não sente que está satisfeita.

“Não dê comida industrializada”

Isso é difícil porque eu gosto muito. Os hábitos alimentares da Angelina são muito parecidos com os meus. Portanto, danoninho e sorvete estão entre os preferidos.
Ela ama também frutas e salada. Dê uma folha de alface na mão dela pra ver!!! Coisa linda, ela pica com a mãozinha e come. Só que não gosta muito de comida (arroz, feijão, etc). Mas, assim como a mamãe, é chegada em sopinhas e caldos.
Vou corrigir que jeito?

“Acostume o bebê a dormir no berço, no próprio quarto”

Ok, concordo. E desde 2 meses coloquei a Angelina lá (antes era no carrinho por comodidade na hora de dar o peito na madrugada).
Só que agora está muito calor e no quarto delas não tem ar condicionado. O colchãozinho do berço se mudou definitivamente para o chão entre minha cama e a parede, assim ela fica fresquinha e protegida.
E quando precisamos dormir na casa da vovó ou que o papai tá viajando, dormimos juntas no colchão de casal (é uma delícia).

Pronto, é isso. Confesso que estou fazendo tudo errado. Mas ela está cada dia mais linda, mais saudável e mais feliz. E eu também!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: