Será que vale a pena?

Essa é uma pergunta muito feita pelas mamães, papais e familiares dos bebês na hora de comprar tantas coisas que o mercado oferece. Vou falar de itens que compramos ou ganhamos no quesito “utilidade”. Algumas coisas são muito úteis mas por pouco tempo, outras nem tanto, outras indispensáveis. Espero ajudar as mamães que estão nos preparativos.

O quarto:
Berço e cômoda: gastei R$899,00 e valeu a pena porque o berço é grande, padrão americano, atende todas as normas de segurança e ela ama ficar lá. Já ajustamos a altura para ela poder dormir e brincar tranquila. A cômoda é muito boa para guardar as coisinhas dela (cabe tudo) e, também, como trocador. Até hoje a troco lá e ela fica bem acomodada.
Decoração : uma dificuldade foi que a Maria já tinha uma cama box, que é maior que a bicama geralmente usada em quartos de bebês, então eu não encontrei um jogo de cama combinando com o kit de berço e mandei fazer tudo sob medida. Ficou maravilhoso mas custou caro – R$1100,00 os dois jogos.
Vendo a matéria do Fantástico chegamos à conclusão que nada disso é realmente necessário. Ainda acho que os protetores de berço ajudam muito. Porém, se a mamãe optar por fazer ou comprar, pense em um cor muito suave. A Angelina dorme muito rápido olhando para o kit e mexendo nas linhas bordadas. Cores fortes despertam e deixam a criança agitada. Alguns têm bichinhos pregados e a criança pode ficar tentando pegar e esquecer de dormir.
Não vale a pena comprar almofadas, existem umas lindas que ganhamos de presente e ajudam compor a decoração.
Hoje eu compraria um bonito jogo de lençol com um edredon para a Maria, o cobre leito é muito grande e trabalhoso. O cobre leito para o berço é totalmente desnecessário, a criança dorme muito durante o dia então o berço deve estar sempre pronto para o soninho.
Mosquiteiro – coloquei e deixei por menos de 1 mês. Acho que o pó que ele junta faz mais mal que algumas picadinhas.

Carrinho – vale a pena comprar um bom carrinho no início porque o bebê dorme durante um mês ali. Depois disso, se o carrinho for leve, vai ser muito utilizado e não precisará de outro. Nós emprestamos um carrinho-berço que foi usado só dentro de casa e, quando ela estava com 5 meses ganhou dos avós um carrinho de passeio. Esse ela usa muuuito. Aconselho o da Galzerano porque ele tem opção de deitar na hora que o bebê dorme. O da Angelina é um Burigoto muito bom, porém não deita e quando ela dorme temos que apoiar o carrinho para deixá-la menos sentada.

Cercadinho – comprei um Galzerano borboletas que serve de berço de viagem também, custou R$249. A parte do berço não é segura e já deixamos de lado. O cercadinho só uso quando vamos na chácara. Dentro de casa prefiro deixá-la no chão.

Andador – até hoje foi o melhor investimento. Ela fica praticamente o dia todo andando pelo apartamento, faz descobertas o tempo todo e consigo fazer muita coisa sem perder o controle dela. Uso também para dar papinha e frutas. Compramos o Galzerano borboletas e custou R$129.

Cadeira de papa – não compramos e não está fazendo falta.

Almofada de amamentação – ganhei no chá de bebê e foi muito útil quando eu amamentava, não exige muito esforço da coluna nem dos braços da mamãe e o bebê fica bem relaxado. Hoje ela ajuda na segurança e apoio quando a Angelina está sentada no berço.

Rolinhos – aqueles dois que colocamos o bebezinho no meio. Muito útil durante os três primeiros meses para manter o bebê de lado, eu acho mais seguro (embora os médicos recomendem colocar para dormir de barriga pra cima). Depois disso eles começam se mexer mais e escolhem qual posição dormir.

Banheira e balde – a banheira da Angelina tem o suporte e é indispensável. Dou o banho nela no alto e não sofro com dor nas costas. Existem algumas que já vem com o trocador, imagino que seja muito bom. No nosso caso o trocador não fez falta porque o apartamento é quentinho quando fechamos as janelas e ela não fica exposta a vento nenhum no caminho entre o banheiro e a comoda no quarto (que é do lado).
O balde foi muito utilizado em casa. Praticamente todos os banhos desde que ela completou 1 mês até 5 meses foram no balde. Agora ela não cabe mais sentada mas ainda uso quando vou dar banhos fora de casa por ser mais prático de levar no carro (é menor que a banheira) e dou o banho em pé mesmo.
Ela tem também uma banheira na casa da minha mãe já que fica muito lá.

Bebê-conforto – é obrigatório, não tem jeito. Compramos um Burigoto com suporte para colocar no carro. É bom, mas pequeno e não dá opção de virar o bebê de frente. Recomendam para até 13kg mas já está ficando pequeno. Sugiro o Galzerano que tem essa opção de virar para frente e colocar mais sentadinho. Os preços baixaram muito e vale a pena pesquisar.

 

É isso, espero ter ajudado. E vocês? O que acham? Compartilhem suas experiências.

 

1 comentário (+adicionar seu?)

  1. Juliana
    abr 19, 2012 @ 13:53:53

    Usei mtoooo o andador tbém. E não usei NENHUMA VEZ a cadeirinha de comer. Tbém usei MTO o canguru, carrinho, banheira (indispensável com suporte). Não usei chiqueirinho (meu fulho não parava la dentro de jeito nenhum)

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: