O primeiro resfriado e a volta ao trabalho

Olá!!!!
Esse mês Angelina completou 6 meses e tivemos muitas novidades. Aliás, todos os dias tem uma novidade, é incrível o desenvolvimento e o aprendizado. É tudo tão lindo e parece tão bobo. Esses dias ela aprendeu a engolir a saliva… ela baba e já suga de volta. Quem não é mãe vai pensar “que tonta”, mas é um sinal de evolução, só vivendo o dia-a-dia de um bebê para saber.
Ela deixou de mamar no peito de uma vez por todas. Logo depois disso teve o primeiro resfriado. Li em alguns sites e revistas que o primeiro resfriado coincide com o final da amamentação. Pode ser. E também esse tempo louco, ar condicionado, passeios em lojas, shopping. Tudo atrapalha.
Os procedimentos são simples, se não tiver febre nem precisa ligar desesperada para o pediatra. Sorine no nariz e inalação com soro fisiológico. Atenção: coloquem o aparelho de inalação nas compras básicas, é muito importante.
O problema maior veio depois do resfriado: a primeira dor de ouvido. Foi desesperador. Ela chorou tanto que afogou, papai e mamãe ficaram sem chão. A sensação de impotência vendo aquela coisinha tão linda e boazinha chorando sem parar é quase insuportável. Por sorte estávamos indo para a madrinha dela (minha tia Tóia) que rapidamente esquentou uma fraldinha e colocou no ouvido, demos tylenol e ela se acalmou, chegou dormindo na emergência. A médica olhou o ouvido e constatou uma otite externa, sem gravidade. Gotinhas por uns dias e tudo se resolveu. Ontem foi a consulta mensal com o pediatra e ele viu que já está 100% limpo o ouvido. Essa otite externa é por friagem ou água que fica na hora do banho, por mais cuidado que tenha, pode acontecer.
Agora ela está ótima… o único detalhe é que ficou 3 dias dodózinha e manhosa, no colo o tempo todo e ela gostou da idéia, agora tá dando trabalho pra dormir sozinha (como ela sempre fez aqui em casa). Não é boba nem nada né.

Dia 2 de dezembro retorno ao trabalho no Ibilce (cerimonial estou fazendo desde que ela tem 2 meses mas para isso não tem uma rotina). Confesso que estou contando os dias para voltar.
Admiro muito mulheres que optam por deixar a carreira de lado e cuidar dos filhos e da casa mas, definitivamente, essa vida não é pra mim. Tenho a sensação de que, o tempo todo, sou vista como alguém que tem tempo, fica a toa o dia todo e não dá conta de cuidar da casa. É uma rotina pesada, só posso fazer as coisas quando a Angelina dorme e cada vez ela tem dormido menos. O trabalho doméstico é infinito, todo dia arruma, limpa e todo o tempo suja e bagunça, é impossível pra mim.
Isso sem contar – “já que você tem tempo, faz isso, faz aquilo…”. O dia é muito menor hoje do que quando eu fica 8h por dia trabalhando.
Em dezembro a Angelina vai ficar com minha (abençoada) mãe. Na verdade, a vovó muito coruja quer que ela fique só lá mas decidi que a partir de janeiro ela vai pra escolinha. O pediatra defende que fique com a vovó até 2 anos.
Explico minha decisão: a rotina é pesada e o compromisso muito grande. Eu só consegui me recuperar e ficar bem emocionalmente e fisicamente porque tenho muito a ajuda da minha mãe. Angelina fica com ela um pouquinho quase todos os dias, só assim é possível fazer supermercado, lavar roupa, fazer unha, cabelo, ir ao shopping, sair com o marido, etc. Quando eu voltar a trabalhar minha mãe não vai ter com quem dividir e eu não vou ficar tranquila sabendo que ela está presa o tempo todo. E ela não tem essa responsabilidade nem obrigação. Angelina vai pra escola (que é dentro do Ibilce), fica pertinho de mim e, sempre que possível, a gente dá um jeito de “matar aula” pra passear com a vovó. E, é claro, fico muito tranquila por saber que tem a vó ali sempre que necessário.
Agora tenho uma rotina pra organizar. Sei que vai ser complicado administrar a casa e a rotina, as atividades vão continuar mas vou dar um jeito nisso, tenho certeza. Pelo menos voltarei a ter uma vida só minha por 8h – a minha mesa, a minha agenda, o meu telefone, o meu trabalho. Serei, novamente, uma pessoa útil.
Beijo grande pra todos 🙂

6 meses

Já se passaram 6 meses e 14 dias… tenho ficado muito pouco na net, desculpem os seguidores do blog, sei que estou em falta com as novidades do bebê. Fui mais eficiente em compartilhar experiências da gravidez. Espero conseguir retomar as dicas e troca de experiência quando tiver rotina.

Hoje rapidamente deixo uma foto e um vídeo pra verem o tanto que Angelina está grande e se desenvolvendo a cada dia.
Aproveito para pedir votos pra ela no Bebê Hipoglos 2011 – http://meu.bb/444346

Beijossss

fazendo funguinha pro papai...

 

 

Gargalhando para a mamãe: