Trocando as fraldas

Antes de falar da minha primeira e única experiência com “trocar fraldas” vou contar duas coisas.

Primeiro que fui falar pra Maria Eduarda que ela iria ficar na casa da minha mãe um pouco pois teríamos um ‘curso para grávida’ e, lógico, tive que explicar tudo o que aconteceria lá. Falei que era pra aprender trocar fralda, dar banho, etc… A resposta dela, como sempre, foi muito simples “Aaah, mas não precisa ir. Você compra uma boneca do tamanho da Angelina que eu te ensino pq eu mesma troco as minhas bonecas sozinha”. Pronto, assunto resolvidíssimo né.

A segunda coisa é que, logo que a Luiza foi pra casa, liguei pra Érika e lá estava ela que tinha acabado de fazer a primeira troca de fralda em casa e sozinha. O comentário foi a resposta para a simplicidade da Maria: “lá no curso eles ensinam trocar, mas a boneca não escorrega, não chora, não mexe”. Ri muito, não sei se de achar graça ou de desespero.

A Érika nunca tinha trocado uma fralda antes… já eu, aaaah, como sou experiente nesse assunto, rsrsrsrs.

Agora vou contar a história da Mariana, minha ‘filha’ mais velha. Nos conhecemos fazendo aula de balé lá na casa de cultura, não sei nem quanto tempo faz. Um tempo depois da gente se divertir muito juntas ela ficou grávida. Foi um período difícil, ela era bem novinha, solteira e cheia de sonhos. Porém, tudo passou e ela, guerreira como é, não desistiu de lutar pela sua paixão que é a dança. E venceu! Mais de 6 anos depois e ela continua linda e dançando🙂

Bom, nesse começo foi bem complicado e pra ela não parar de dançar fizemos um acordo. A Júlia nasceu dia 3 de junho. Em agosto começaram as aulas do segundo semestre na Casa de Cultura. Ela gostava mais do contemporâneo e eu do balé clássico. Então combinamos assim- eu passava na casa dela e íamos as três pra aula, enquanto eu fazia o clássico ela cuidava da Júlia e depois a gente trocava de função (observem que isso começou 2 meses após o parto).

Porém, a Julia pilantrinha, gostava muito da aula de clássico e dormia lindaaaaa enquanto a mamãe e a tia faziam aula. Nem um piu se ouvia dentro do carrinho. Era só começar a aula de contemporâneo (momento de responsabilidade da tia) que ela acordava. E lá vai a tia pra lá e pra cá com ela. Logo nos primeiros dias dessa função (olha lá se não foi logo no primeiro dia) a Julia linda da tia resolveu fazer uma coisa muito simples: cocô.

Pronto, estava instaurado o desespero. Eu não queria atrapalhar a Mari que estava se recuperando fisicamente e emocionalmente na aula. E também nao poderia ficar com a Julia cheia de cocô andando pra lá e pra cá. Lembro-me como se fosse hoje, nós duas, cúmplices, no banheiro da Casa de Cultura. Naquelas bolsas de mãe e bebê tem de tudo né. Abri, peguei o que acreditei ser necessário, estendi o trocador na pia do banheiro e comecei a função instintivamente e desesperadamente.

Não sei se foi o fresquinho do banheiro, a minha cara de desespero ou que eu era muito boa no que tava fazendo, mas enquanto eu quase chorava a Julia, acreditem, ria… e, no meu ver, ria demais para um bebê, eu nem sabia que ela seria capaz de tanto com tão pouco tempo. E quando mais eu mexia com ela e dizia “tá engraçado judiar da tia né”, mais ela ria.

Pois bem, como vocês pode ver, eu já tenho uma experiência com trocar fraldas.

Abaixo segue uma foto minha com a Jujuba logo que ela nasceu… e outras duas com a Luiza dia desses, como podem ver, minha destreza com bebês é impressionante…. To contando com aquela “coisa sem explicação” que dizem ser adquirida logo no parto.

Julia com 20 dias

 

Luiza e eu em momentos de tensão

 

e depois relaxamos e nos entendemos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: