é Ele ou Ela?

No último post prometi que falaria sobre a sensação quanto a saber o sexo do bebê. Meus pais optaram por não saber nem quando minha mãe ficou grávida de mim nem do meu irmão. Eu sempre tive a convicção de que não iria querer saber, ms tudo mudou e depois do Daniel e da Maria, eu dizia que iria saber por causa deles (principalmente por ela).
Logo depois que a Érika soube que estava grávida ela me disse que eu mudaria de idéia, que existe um medo de rejeição, de preferência, uma insegurança por parte da mãe. E assim foi.
Primeiro vou falar sobre quem está em volta. O Daniel não fala nada agora, ms antes ele sempre falava de menina. A Maria fala que prefere um menino, ms se for menina não tem “pobema”, eu acho que é medo da concorrência. Outro dia minha mãe disse “minha neta”. E meu irmão disse “o moleque”. Eu falei pra eles tirarem no palitinho pq só tem um. Por parte da família do Daniel há uma preferência por menino porque do lado de lá a maioria é menina. O Marcelo acha que a chance é grande de ser menina porque o Daniel já fez a Maria. E a Silvia Panza, que trabalha comigo, afirma que serão duas meninas, uma minha e uma da Érika.
Quanto a mim, como mãe:
Menina é mais delicada, as roupinhas são cheias de detalhes, posso levar pra fazer balé, ginástica olímpica, fazer lacinhos no cabelo, ter companhia (a Maria Eduarda é minha maior companheira, seja pra ficar em casa, pra olhar vitrine, pra conversar, ver tv, brincar, pra tudo mesmo).
Menino é mais independente, mais faceiro, mais engraçado, as roupas são miniaturas de roupas de homens, acho um charme. São mais companheiros do pai, mas são mais apaixonados pela mãe.
O mundo é machista, isso não se nega, e educar um menino pra vida talvez seja menos difícil que educar uma menina. Por outro lado, meninas são mais calmas. Tenho esses medos.
Quando vou conversar com esse alguém que tá aqui dentro chamo de bebê e não gosto desses pensamentos, dessas preferências, dessas ponderações. Não tenho opção de colocar todas as dúvidas na balança e escolher. Seja o que for, já é, já está aqui. E é por isso que agora mudei de idéia e quero sim saber o que é.
Preferência eu não tenho. Já temos a Maria que é uma delícia. Se vier outra menina, já sei que é bom. Se for um menino, vai ser ótimo ficar com um de cada igual é na minha casa e na casa do Daniel (ele só tem uma irmã).
É isso, agora tenho que esperar o tempo certo pra saber. E quem sabe esse tempo é só a criança porque a porcariazinha que tá na barriga da Érika ontem fez charme e não mostrou o que tem no meio das pernocas. Aguardem cenas dos próximos capítulos, rsrsrss.
Beijão e bom fds!!!!!

2 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Érika Celeste
    set 18, 2010 @ 21:38:05

    Ká, me emociono a cada post deste blog…
    E, finalmente um post no final de semana! A mamãe afobada vive acessando este blog, mas a mamãe sossegada não posta!!!
    Realmente estamos vivendo tudo juntas! Todas as ansiedades, novidades, dúvidas… mas é tudo tão bom, não é?! Estou A-D-O-R-A-N-D-O!! Mas esta história de querer saber o sexo realmente dá uma dorzinha de cabeça…
    Na verdade, não estou ansiosa por saber, o motivo maior é para materializar este serzinho virtual que vive aqui dentro há 4 meses! Dar um nome, imaginar brincando pela casa, decorar o ninho do filhote, comprar o enxovalzinho…
    Você já fuçou nas lojas de bebês e viu o quanto é difícil fazer um enxoval unissex! Tudo tem cor muuuito marcante, estampas bordados… direcionados para o sexo feminino ou masculino… uma lástima! Ainda não consegui comprar nada!
    Mas, ao sair do ultrassom de ontem, saí tão feliz!!Ainda que não tenhamos visto o sexo, isto não teve a menor importância, pois vimos o bebê!! Nas medidas certinhas, coraçãozinho batendo 155 vezes por minuto, coluna formadinha, bracinhos, perninhas…. aquela emoção que toda mãe vive quando vê seu filhote!
    Portanto, florzinha… é como você disse o que tiver que ser, já é!!
    Mas confesso que esta porcariazinha deixou de ganhar um presentinho, pois estava programada para sair da clínica e passar naquelas lojas lindas de bebês!!
    Sem problemas, teremos muuuuito tempo para mimá-los!!
    beijocas estaladas na pancinha!!

    Responder

  2. vidadeesposa
    set 19, 2010 @ 19:56:47

    hahaha, continuo preferindo menino. Acho q é pq não sou mto vaidosa e não sei se ia amar ficar emperequetando minha filha, ehehe

    Sempre me dei bem com homens, por isso preferia. Porém concordo com você, o q tiver de ser será, não adianta nós queremos esse ou aquele =)

    Bjoss

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: